Avaliação do estado de conformidade LGPD a toque de caixa

A W2CONN é uma Startup do segmento de auditoria e controle com grande especialização em Serviços Corporativos. Nosso carro chefe é um sistema online de autosserviço de avaliação de gestão executiva chamado BRAVO360. O objetivo da suíte é simplificar a visão do negócio para o executivo do ponto de vista de risco de negócio.

Nossa metodologia de análise de risco (que onde está a inovação) transforma a realidade de um serviço em números que podem ser traduzidos em um semáforo ou desmontado para gerar base para planos de ação. Veja o exemplo da LGPD:

Quando analisamos o cenário interno com o gabarito da LGPD na ferramenta, oferecemos um semáforo Go-no-Go para o executivo chefe. Os relatórios auxiliares contém toda a instrução para as equipes gerenciais e operacionais organizarem os investimentos e projetos para reverter o semáforo. O pulo do gato é que a acuracidade da informação é quase 100% e o tempo para essa análise é de apenas algumas horas, variando de 2h a 16h de esforço em grandes empresas.

Pois bem, se houver uma oportunidade para apoiar a sua empresa nesse esforço de conformidade ou alguma outra iniciativa, por favor, conte conosco.


RELACIONAMENTO@w2conn.com.br
Whatsapp 11 94738-0282

GPDR PROJECT, Millennium Bug or SOX?

XDanielx [Public domain], from Wikimedia Commons

I have talked to many colleagues from the legal and audit environment about similarities between the current time and the year 1999 when the corporate world was around the Millennium Bug. Well, as this theme warms here in Brazil and consolidates in Europe, I think that everything is more for the compliance movement Sarbanes and Oxley (SOX) than for the Millennium Bug.

Who was manager or auditor in these periods should be having that same “déjà vu”. In my case, the feeling was latent and only when I stopped to reflect during the preparation for a course in which the students will use the BRAVO DPO did I realize the fact.

It is interesting how motor memory assumes control and we can associate points by understanding what to do based on this knowledge conquered with many errors and correctness. It is like recognizing a road through streets that have not been for years, but which are familiar almost on impulse.

I hope I can help my students and clients with this knowledge; will be a very interesting experience.

If you want to know BRAVO DPO or the program of courses specialized in certification of privacy, simply call us through the website www.w2conn.com.br

GPDR/LGPD – Bug do Milênio ou Sox?

Tenho conversado com muitos colegas do meio jurídico e auditoria e temos falado das similaridades entre o momento atual e 1999 quando o mundo corporativo estava as voltas do Bug do Milênio. Pois bem, na medida que a coisa está esquentando aqui no Brasil e se consolida como fato na Europa, acho que tudo está mais para o movimento de conformidade Sarbanes e Oxley (SOX) que para o Bug do Milênio.

Quem era gestor ou auditor nesses períodos deve estar tendo o tal do “déjà vu”. No meu caso, a coisa estava latente e só quando parei para refletir durante a preparação para um curso em que os alunos usarão a BRAVO DPO minha ficha caiu. É interessante como a memória motora assume o controle e a gente associa os pontos compreendendo o que fazer baseado nesse conhecimento conquistado com muitos erros e acertos. É como reconhecer um caminho por ruas nas quais não andava há anos, mas ficam familiares quase por impulso.

Espero poder ajudar meus alunos e clientes com esse conhecimento; será uma experiência bem interessante.

Se quiser conhecer a BRAVO DPO ou o programa de cursos especializados em certificação de privacidade, basta nos chamar www.w2conn.com.br

BRAVO 360 – ANÁLISE DISRUPTIVA DO DESEMPENHO DOS RISCOS E SERVIÇOS DE TI

  • Núcleo de Machine Learning  (IA) para análise de riscos para executivos e acionistas
  • Dashboard com informações de risco e garantia de capacidade de entrega de TI
  • Inovação na dinâmica entre TI e as oportunidades do negócio
  • Aprimoramento e reconstrução do perfil dos indicadores de TI
  • Revisão do risco jurídico legal (CPP) e civil (LGPD, CPC) vinculado as atividades e entregas de TI

LGPD – Você vai dormir no ponto?

A nova Lei Geral de Proteção de Dados promete movimentar os mercados de serviços jurídicos corporativo e de TI. A ajuda de empresas e profissionais especializados é importante para ser bem-sucedido nesse processo de compliance e controle de riscos.  Muito embora esse fato, uma realidade contundente é que direito não socorre aos que dormem ou Dormientibus Non Sucurrit Ius. A coisa é bastante simples, se não fizer por que não sabe fazer, não foi informado ou esqueceu … “perdeu!”. Pior ainda, tem gente olhando o placar e esquecendo de olhar a bola, ou seja, a LGPD está no radar, mas alguém já se perguntou se o Código Penal ou CPP não estaria mais perto de te causar estrago nos negócios?

Veja que a LGPD prevê, em resumo bem simples, responsabilidade civil por falhas em manter, processar ou utilizardados sensíveis das pessoas. Essa responsabilidade acabaria sendo convertida emmultas expressivas. E aí está o ponto: imagine se o antigo presidente e atualpresidiário pudesse ter sua pena (aplicada conforme o CPP) convertida em multa? Seria um bom negócio? Claro que sim, dinheiro não faltaria e pode sercompartilhado, ou seja, alguém poderia prover esse recurso. No entanto, “pena”ou prisão, só dói no couro do preso.

A reflexão que eu proponho é simples, dormir ao invés de correr até jan/2020 com a LGPD é um mau negócio, mas deixar de analisar HOJE os riscos dosexecutivos em relação ao CPP é pior, é só fazer o tour da Lava Jato emCuritiba que você entenderá.   

E como a conversa que estamos tendo é sobre proteger o próprio couro, mesmo contando com a ajuda de profissionais experientes para te orientar, reserve alguns minutos e leia você mesmo a LGPD.

Siga o link da lei e se informe: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2018/Lei/L13709.htm

A W2CONN pode te ajudar a avaliar online seu grau de risco com a LGPD e o CPP.

Forte abraço!

Marcelo Silva

PRÉ-LANÇAMENTO Formação BRAVO360 para CONSULTORES EMPRESARIAIS E DESENVOLVIMENTO DE CARREIRA

Faça parte do mercado de trabalho de novo. A imagem apresenta um grupo de homens vestidos como executivos.

OBJETIVO

Formar empreendedores, conselheiros ou consultores para novos negócios com suporte da plataforma BRAVO360.

RESUMO DO CURSO

Muitos profissionais experientes têm dificuldade de se reinserirem no mercado de trabalho. Atividades acadêmicas, marketing multinível ou freelances são opções recorrentes. Subempregos também são comuns. A proposta desta iniciativa é oferecer acesso a plataforma BRAVO360 como meio desse perfil de profissionais poder construir e planejar seu próprio negócio diminuindo o risco de o negócio falhar nos primeiros dois anos de vida.

No curso o público será orientado em temas como educação financeira, empreendedorismo, análise de riscos corporativo, internacionalização de carreiras e capitação de recursos financeiros no Brasil e exterior.

Por se tratar de uma iniciativa envolvendo instituições de ensino e empreendedorismo no Brasil, Angola, Portugal e Estados Unidos, o networking garantirá troca de experiência e acesso a oportunidades que poderão ser a porta de acesso para uma nova jornada profissional do aluno.

Os professores desta série de treinamentos são profissionais de mercado com larga experiência acadêmica e empresarial no Brasil e Exterior com vínculo com instituições de ensino de primeira linha no Brasil, Angola e Estados Unidos.

CONTEÚDO

  • Educação Financeira – Fundamentos, comportamento,aspectos legais e ferramentas para gestão financeira
  • Servicialização – Perspectiva de Serviços para aanálise de negócios
  • Metodologia de Análise de Riscos BRAVO360 –análise de comportamento executivo como forma de identificação de riscos econtroles
  • Empreendedorismo – Construção de plano de negóciosestruturado e orientado a resultados
  • Capitação de Recursos Financeiros – Análise dasopções de mercado para investimento no Brasil e Exterior
  • Internacionalização de Carreiras – Como fazer,oportunidades e jornada.

BENEFÍCIOS

  1. Curso online com programação flexível.
  2. Estar capacitado para empreender com mais segurança.
  3. Aumentar a possibilidade de ser reinserido no mercado como consultor para novas empresas ou startups.
  4. Ter acesso diferenciado a Plataforma BRAVO versão educacional como ferramenta de suporte para consultoria ou consumo em seu negócio.
  5. Acesso a um networking diferenciado no Brasil e exterior.
  6. Acesso a fundos de investimento e opções de captação de recursos para empresas.
  7. Suporte técnico para uso da ferramenta.
  8. Professores e tutores online.

PÚBLICO ALVO

  • Professores de Ensino Médio eGraduação para disciplina de Jogos de Negócios e empreendedorismo
  • Profissionais experientes embusca de especialização para aprimorar capacidade empreendedora
  • Profissionais em início decarreira
  • Empreendedores com novosnegócios em fase de captação de recursos
  • Acesso a plataforma BRAVO360 versãoeducacional (ferramenta de análise de riscos, plano de negócios e educação financeira)por 3 meses.

DURAÇÃO DO CURSO

A duração total é de 36 horas sendo: aulas online, ao vivo e gravadas (24h) e atividades de estudo (12h).

PREVISÃO DE REALIZAÇÃO DO CURSO

Janeiro/2019

BRAVO360™ HOSPITAL: VISÃO DISRUPTIVA DOS CONTROLES PARA SEGURANÇA DOS PACIENTES

A W2CONN desenvolveu a BRAVO360™ HOSPITAL, uma ferramenta online que analisa o comportamento dos administradores, médicos, enfermeiros, pacientes e demais funcionários envolvidos com um serviço ou departamento hospitalar. O resultado dessa análise determina se a organização das pessoas contribui ou não para evitar falhas humanas em procedimentos médicos ou operacionais.

A ferramenta gera um semáforo de governança baseado em um conjunto de controles que operam na base da estrutura da gestão dos cuidados com os pacientes.

O conceito é que se a base for porosa ou mal organizada as informações, os serviços e a capacidade de evoluir do conjunto que está acima dela está comprometida.

Nesta versão nosso foco é a analise do comportamento dos profissionais do hospital relacionado as boas práticas do CRM (Crew Resource Management) aplicado ao controle de eventos adversos que causam dano aos pacientes. Além do CRM também consideramos recomendações da ANVISA, da Fundação para Segurança do Paciente (FSP), Conselho Federal de Medicina, Constituição do Brasil, Código de Defesa do Consumidor, Código Penal e Código Civil Brasileiro.

Os Eventos Adversos ou acidentes com causa humana como erro médico, falhas na manipulação de medicamos ou acidentes no transporte ou manipulação de pacientes é considerado como uma das principais causas de morte em ambiente hospitalar no Brasil e Estados Unidos. Por conta disso, analisar o comportamento das equipes médica, de atendimento e administrativa em relação ao tema pode determinar claramente o estado da qualidade da gestão do hospital.

A W2CONN irá apresentar para o mercado a a BRAVO360™ HOSPITAL na Feira HOSPITALAR 2018 que ocorrerá de 22 a 25 de maio de 2018 no Expo Center Norte em São Paulo.

Consulte-nos para mais informação.

A moeda americana – por Roberto Vertamatti

Segue uma pequena análise que fiz diante de um vídeo recente que dizia sobre o fim do dólar americano. A análise que faço abaixo envolve números com fontes de informação no FMI, no FED, no BCE, etc. Vamos aos números e análise:

Dados sobre os volumes armazenados de ouro pelos principais países:

  • Estados Unidos são, de longe, quem tem a maior reserva em ouro do mundo – são 8 milhões e 100 mil kg. O valor equivalente em dólar, pela cotação do ouro de hoje, em algo como 350 bilhões de dólares.
  • O segundo em reservas em ouro é a Alemanha com 3 milhões e 400 mil kg.
  • O terceiro o FMI (sim o FMI) com 3 milhões de kg.
  • A Itália tem 2 milhões e 400 mil kg.
  • A China tem 1 milhão de kg.
  • A Rússia em 700 mil kg.

Como sabemos o economista John Maynard Keynes tentou evitar, desde os primeiros entendimentos para o acordo de Bretton Woods, em 1946, que o padrão ouro lastreasse o sistema financeiro internacional. Evidentemente os números financeiros globais, já em 1946, eram muitíssimos superiores às reservas em ouro. Interessante que os Estados Unidos em 1946 quis que o padrão ouro continuasse, mas foram os responsáveis por sua extinção em 1971.

De certa forma o padrão ouro, quando estabelecido no século XIX pretendia que as nações tivessem, como garantia, uma certa quantidade de ouro para suportar as negociações com suas moedas.

Outro ponto importante – seguem os principais produtores e consumidores de petróleo no mundo. Dependendo do momento da tomada da informação, os números variam, mas a ordem de grandeza é a que segue.

Maiores produtores em milhões de barris dia:

  •  Estados Unidos 11,6
  •  Arábia Saudita 11,5
  •  Rússia 10,0
  •  Canadá 4,3
  •  China 4,2
  •  Brasil – 12º produtor mundial com 2,5

 

Maiores consumidores em milhões de barris dia:

  •  Estados Unidos 18,5
  •  China 10,2
  •  Japão 4,7
  •  Índia 3,6
  •  Rússia 3,2
  •  Brasil – 7º consumidor mundial com 2,8

A economia hoje em dia, cada vez mais digitalizada, tem títulos de curto, médio e longo prazos, de diversas modalidades, emitidos por bancos, mas principalmente por países. Para se ter uma ideia a China tem 3 trilhões e 500 bilhões de dólares em títulos em suas reservas, sendo que 95% desta reserva, são títulos do governo americano. O Brasil tem reservas de 380 bilhões de dólares, sendo 95% em títulos do governo americano.

Os países desenvolvidos conseguem negociar seus títulos de longo prazo no mercado internacional, mas é os Estados Unidos que praticamente dominam este mercado com os seus títulos. Países como o Brasil negociam os seus títulos, substancialmente, no mercado interno.

Somente com a numerologia que passei acima, podemos concluir que o vídeo que circulou recentemente, que dizia que o dólar iria virar pó, é uma grande Fake News.

É possível que a China esteja querendo valorizar um pouco a sua moeda o Yuan, então esteja querendo operar em Yuan e dar lastro em ouro (mas isto é marginal, pois sabemos quais as reservas da China).  Mesmo que a China compre todo o ouro do mundo, o valor ainda seria pequeno diante dos títulos que circulam a nível mundial (principalmente títulos do governo americano é que tem aceitação global).

Sem dúvida que o tamanho da economia americana é o grande lastro, além de ter aproveitado muito bem o seu sucesso na segunda guerra e, digamos, encaminhado as negociações mundiais tendo o dólar como referência e padrão. Os Estados Unidos tem um PIB anual de 18 trilhões de dólares. A China tem um PIB anual de 9 trilhões de dólares – é o segundo país em tamanho da economia no mundo.

Acho perfeitamente normal a China forçar um maior reconhecimento para o Yuan, pois sua economia é gigantesca, mas somente pode mudar algo da relação que temos hoje, a longo prazo, com esforços consistentes ao longo dos próximos anos, assim mesmo acho improvável no quadro e relações atuais.

Podemos também observar que o petróleo não é a grande riqueza do mundo, sem dúvida que é muito importante, mas pelos quadros de produção e consumo, as distâncias são enormes  para qualquer outro país que não seja os Estados Unidos. Além disto, os Estados Unidos, caso necessitem, podem em poucos anos, tornarem-se autossuficientes em energia, produzindo o que necessitam com o Xisto.

Nas últimas 5 décadas, houve vários movimentos mundiais para estabelecer uma outra moeda, que não o dólar, como referência. Falou-se e falasse em uma cesta de moedas incluindo, recentemente, também o Yuan, mas nunca foi além das discussões teóricas.

Um abraço e fico à disposição.

Roberto Vertamatti
Diretor de economia da ANEFAC, sócio diretor da APUS – Business Development & Consulting e, da W2CONN Consultoria, em São Paulo.  Professor FCU (Flórida), USCS, FGV, FIAP e Autor do livro “Ética nas Empresas em um Mundo Globalizado”, onde trata de assuntos relacionados a ética empresarial e como essa prática pode influenciar os profissionais de uma organização.

E-BOOK GRATUITO – Transforme seu negócio em 4×4 – quatro razões e quatro fases para inovar

Esse e-book foi feito pra você

“4 razões para continuar seu negócio”

Revelamos o segredo das inovações de sucesso e mais, 4 passos para implementar o ITIL e como utilizá-lo como ferramenta estratégica para gerenciar serviços.  

As melhores empresas de serviços usam a mesma estratégia de organização de atividades declarada na ITIL. Mesmo que intuitivamente elas provam que os serviços mais premiados são aqueles que podem ser dissecados usando o modelo inglês como referência.

Se você analisar seu negócio com a ajuda da ITIL será possível identificar pontos de comparação claros com os melhores serviços do mercado. É tão simples quanto desafiador, mas definitivamente, é possível!
Baixe este e-book e veja como!